Relato do ato por Área Verde de Lazer na Ponta do Coral

10 jul
11705137_432547306929642_93548689610617528_n

No final da tarde do dia 8 de julho de 2015, ocorreu mais um ato do Movimento Ponta do Coral 100% Pública. Nem mesmo a forte chuva que cobria a cidade desanimou os participantes, que, embaixo de guarda-chuvas, dirigiram-se à prefeitura Municipal, próxima ao Largo da Catedral.

Houve distribuição de panfletos sobre a importância da Ponta do Coral para a cidade de Florianópolis, conversa com a população, palavras de ordem, faixas e cartazes. A receptividade da população que circulava na área central foi grande, mas os assessores do prefeito informaram que ele não estava presente. Nenhuma pessoa do Gabinete dispôs-se a receber o grupo.

O Movimento Ponta do Coral 100% Pública também protocolou uma carta de reivindicações ao Prefeito de Florianópolis, Cesar Souza Jr, pedindo que o zoneamento da Ponta do Coral retorne para Área Verde de Lazer (AVL), além de cobrar os pontos acordados com o Prefeito na reunião do dia 15 de abril de 2015 e solicitar encaminhamento do processo de criação do Parque Cultural das 3 Pontas com ampla participação popular.

Os manifestantes  e passantes que aderiram ao ato cobram do Prefeito de Florianópolis Cezar Souza Jr o cumprimento das promessas feitas por ele e, recentemente, divulgadas na mídia, referente à reivindicação de transformação da área em um parque cultural e o abandono do projeto de construir um hotel de luxo, de 18 andares, na mesma área – um dos mais de 50 empreendimentos que foram beneficiados pela mão do Prefeito em um decreto ilegal lançado em janeiro de 2014, buscando privilegiar alguns setores da construção civil, entre as quais a Hantei, proponente do projeto do Hotel.

Para que as promessas sejam cumpridas, a Prefeitura deveria encaminhar a alteração de zoneamento da Ponta do Coral, transformando-a em AVL, e não em ATE (Área Turística Exclusiva),  classificação urbanística que permite a construção de edifícios privados e aumenta o valor da terra na região. O movimento também não aceita a ideia de “permuta” da área supostamente privada por outra área pública, já que questiona o processo ilegal e criminoso que envolveu a venda do terreno público a um particular em 1980.

O documento de reivindicações entregue ao Prefeito pode ser visto aqui.

Nenhum passo atrás! Seguiremos na luta pela criação do Parque Cultural das 3 Pontas!

Movimento Ponta doCoral 100% Pública
#VaiTerParque
#NãoVaiTerHotel
#PontaDoCoralParqueParaTodxs
 

Vídeo do Ato

11224269_859927540757761_8415179604977375228_n
A carta sendo protocolada na Prefeitura
11040180_859922897424892_4238672261831452068_n
Não desanimamos, mesmo com a forte chuva
11034899_859912344092614_4429245858715984474_n
Concentração na Catedral

 

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: