Festa ROLÊJAGUAtirica na Ponta do Coral (24/10)

23 out

12004753_1498743493772135_3918735254990338028_n

Neste sábado (24/10), o grupo ROLÊJAGUAtirica, com o intuito de movimentar as ruas e ocupar os espaços públicos, está organizando uma festa na Ponta do Coral, com discussões políticas e brechó.

[ROLÊ JAGUAtirica informa:]

JAGUATIRICA É ENCONTRADA AOS ARREDORES DA BEIRA-MAR

Um filhote de jaguatirica apareceu aos arredores do mangue. Segundo as autoridades locais, esse filhote, cujo nome é ROLÊJAGUAtirica, vem trazendo uma série de desconfortos aos dirigentes da cidade. Informaram, também, que o perigo maior ainda esta por vir.

É com o cunho de movimentar as ruas e de OKUPAR espaços públicos e ociosos em Floripa, promovendo muita festa, discussões políticas, brechós, autonomia, autogestão e muita libertinagem, construindo, portanto, um espaço, em que a jaguatirica está aos arredores, onde acontecerá de grandes debates sem opressões para que todas as pessoas sejam contempladas.

Resolvemos assim iniciar nosso projeto OKUPANDO a Ponta do Coral, juntando-se ao pessoal que integra esse grande debate político e mostrando que não aceitaremos a construção de mais um HOTEL para fins de especulação turística. A Ponta do Coral é um espaço verde em que nosso “querido” Prefeito de Florianópolis deixa a mercê e para que não fique um espaço vazio, então, teve a JUMENTA ideia de um projeto hoteleiro.

A partir desse debate, nos mostramos solidários ao movimento promovendo um ROLÊJAGUAtirica para que todes se sintam a vontade para manguear poesias, comida, bebida, aquendações, para curtirem a festa e para integrar ao movimento que acontecera em outro locais da ilha da magia também.

Contando que as autoridades locais já suspeitam dessa grande onda que paira por nós, encontraram também, uma mochila junto com a jaguatirica, a pintosa filhote do pedaço, com vários relatos de festas na rua, mostrando que o rolê veio para ficar e causar muita dor de cabeça para o Estado. Essas histórias mostram que aconteceram varias festas em locais diferentes e em datas aleatórias nessa ultima passagem do século, porém o que as autoridades mais temem é o propósito de construir resignificações dos locais passados transformando em um espaço aberto para todas as pessoas compartilharem.

Os relatos descrevem, ainda, que quando a jaguatirica aparece perambulando pela cidade para promover festa, vem para se juntar à pessoas, fazer novas conexões, ver a galera dançar até cansar, sentir-se bem e confortável nos espaços horizontais construídos por todes nós, quem produz, quem presencia, quem compartilha, quem sente, quem conversa, brincando e compartilhando numa grande festa autogerida.

Jaguatirica veio para OKUPAR!

https://www.facebook.com/events/1645137279102111/

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: