Manifesta para encerrar a Novembrada Cultural na Ponta do Coral (03/12)

22 nov

No Domingo, 3 de Dezembro, vai rolar a festa de encerramento do Festival da Novembrada Cultural. Neste dia ocuparemos a Ponta do Coral com uma tarde repleta de música, com diversas bandas e artistas.

Será uma manifesta, pois o objetivo é mobilizar a cidade para a luta pela criação do Parque Cultural das 3 Pontas e pelo retorno da participação popular na construção do Plano Diretor. Para mais informações leia nosso manifesto em nosso site:
https://parqueculturaldas3pontas.wordpress.com/2017/10/31/manifesto-novembrada-na-ponta-do-coral/

Convide seus amigos e bora maniFestar com a gente! Ajude a divulgar o evento no Facebook,

Abaixo as atrações confirmadas. Os horários de apresentação serão divulgados em breve e a programação está sujeita a alterações.

– Fidel + Denilson + Toni Dias + Guima
– Jackson Cardoso
– Julio Black
– Tânia Denise e João Paulo
– Joan Cabral e Haini
– Músicos da Escola Padre Anchieta
– Dança – apresentação de Tango
– André Berté + convidados

Nota: Se chover o evento será transferido para a próxima semana.

Anúncios

Relato e fotos da abertura da Novembrada Cultural na Ponta do Coral

17 nov

A abertura da Novembrada Cultural na Ponta do Coral aconteceu no sábado, 11 de Novembro, com uma mostra de curtas feita pelo CineKombi, projeto do coletivo As Cercanas de Patarriba que ocupa espaços públicos com cinema. A mostra de curtas fez parte da programação do Festival Internacional de Cinema Socioambiental PLANETA.doc, e contou com a presença da documentarista e ambientalista americana Adrienne Hall.

 

 

CineKombi a postos

Na noite de sábado foi exibido o curta Coral da Ponta, filmado na Ponta do Coral, assim como foi feita a pré-estreia do documentário “Um Mundo à Beira Mar”, produzido por alunos da Escola de Ensino Básico Padre Anchieta em em parceria com a Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC).

Projeção de Curtas do CineKombi

 

No dia seguinte as atividades começaram pela manhã, com uma caminhada sensibilizante na Ponta do Coral guiada por Suzana, integrante do Movimento Ponta do Coral 100% Pública. A manhã de sol seguiu bonita com uma série de atividades lúdicas e informativas de alunas e alunos do curso de Geografia da UFSC com o “Geografia na Rua”. Estas atividades foram coordenadas pelo professor Paulo Roberto Pagliosa e lembraram da importância da preservação do meio ambiente, especialmente o costeiro.  Na mesma linha também foi feita uma exposição de lixo marinho, coordenada pela professora de Oceanografia Alessandra Fonseca.

 

Geografia na Rua

 

Standup Paddle de garrafas Pet

 

Durante a tarde tivemos piquenique, cama elástica e muita dança, começando com Contato Improvisação com o Coletivo transitório de CI da Ilha e depois a Dança Conectiva com Itamaragiba Rodrigues e mais todo mundo que resolveu balançar remexer os corpos sem medo de ser feliz.

Contato e Improvisação

Dança Conectiva

A oficina de Muralismo, ministrada pelo coletivo PinteLute,  falou sobre a história e objetivos desta arte latino-americana de enfrentamento político e colocou em prática um desenho coletivo que poderá um dia vir a se infiltrar nos muros cinzentos da cidade.

Oficina de Muralismo

 

Ao longo do dia também teve piquenique, cama elástica, exposição de xilogravuras do artista Sebastião Gaudêncio e um bazar aberto, com venda de camisetas do Movimento Passe Livre, livros do Coletivo Anarquista Bandeira Negra e roupas de moda sustentável e com temática contracultural.

Entre as atividades o Movimento Ponta do Coral 100% Pública fez algumas falas e distribuiu seu mais recente manifesto, explicando a situação atual da luta pela criação do Parque Cultural das 3 pontas, e o recente revés com a decisão do STJ de suspender a participação popular no Plano Diretor da cidade.

No final da tarde os olhares se voltaram para a Roda de Capoeira, puxada pelo grupo Arte do Cativeiro e amigos, que no mês da consciência negra trouxeram muito axé e dendê para a Ponta do Coral. O encerramento destes dois primeiros dias de Novembrada ficou a cargo da dupla Nós Duas, que apresentou o vibrante número de acrobacia em tecido “Entre a estrada e a selva”.

Roda de Capoeira

Lembramos a tod@s que a Novembrada ainda não acabou. Ainda teremos o encerramento com várias bandas e músicos no dia 3 de Dezembro, na Ponta do Coral. Vem com a gente ajudar a organizar este dia, neste domingo 19/11 14:30 na Ponta do Coral teremos uma reunião aberta. Seguimos na luta pela criação do Parque Cultural das 3 Pontas e por um Plano Diretor Democrático e Participativo, por uma cidade para tod@s.

A estrada é a selva

Arte e Cultura são Resistência!

Movimento Ponta do Coral 100% Pública

Mais fotos em:

Flickr

Facebook

 

Programação da Novembrada Cultural na Ponta do Coral – 11 e 12 de Novembro

5 nov

Neste Festival de três dias, batizado de Novembrada Cultural, ocuparemos a Ponta do Coral com atividades artísticas culturais, objetivando informar e mobilizar a cidade para a luta pela criação do Parque Cultural das 3 Pontas e pelo retorno da participação popular na construção do Plano Diretor. Para mais informações leia nosso manifesto.

Segue abaixo a programação dos dois primeiros dias da Novembrada Cultural.

Baixe aqui o nosso cartaz e ajude a divulgar pela cidade e nas redes!

Nota: programação sujeita a alterações. Em caso de chuva será transferido para o final de semana seguinte.

Sábado, 11 de Novembro – CinePonta às 19h

Abertura da Novembrada com o CineKombi, projeto do coletivo As Cercanas de Patarriba, com projeção de curtas com a presença da documentarista e ambientalista americana Adrienne Hall. Programação especial do Festival Internacional de Cinema Socioambiental PLANETA.doc.

“The discarded”
O documentário, produzido por Adrienne Hall e dirigido por Anne Costner e Carla Dauden, fala sobre a poluição da Baía de Guanabara, no Rio de Janeiro, e os desafios enfrentados por pessoas e instituições que lutam pela melhoria da qualidade da água da baía.

Além dos curtas: “El canto de la reina”, “Esperanza”, “Guardiões da baía”, “Baykeepers”, “O grafite” e “O presente”. E ainda “Coral da Ponta” e “Novembrada”.

Domingo, 12 de Novembro – Das 10h às 18h: Piquenique com oficinas, dança, brincadeiras, capoeira e exposições artísticas e de movimentos sociais

10h: Oficina de Sensibilização (Suzana Luz Cardoso) – caminhada na Ponta, com a finalidade de sentir a natureza em todos os pormenores: insetos, plantas, água, areia, horizonte, animais em geral, o ar, o céu, o sol…

11h – 13h: Geografia na Rua (atividades do Prof. Paulo Roberto Pagliosa – UFSC, e graduandos)

Impactos ambientais em rios costeiros e estuários
Impactos ambientais em lagoas costeiras
Impactos ambientais em praias arenosas, costões e dunas
Impactos ambientais em manguezais, marismas e pradarias marinhas
Carbono azul
Mudanças climáticas globais e seus efeitos nos ecossistemas costeiros
Perda dos serviços ecossistêmicos na zona costeira
Panorama da conservação de ecossistemas marinho-costeiros no mundo, no Brasil e em SC.
Uso dos ecossistemas costeiros por comunidades tradicionais, quilombolas e povos indígenas.

14h-16: Jam Contato Improvisação e outras danças – Coletivo Transitório de Contato e Improvisação da Ilha

14h: Quem fez minhas roupas? oficina de moda sustentável & consumo consciente de Ecopatches e Bordado, promovida pelo Movimento Fashion Revolution.

14h-17: Oficina de Muralismo, arte urbana e de contestação política, com o coletivo Pinte e Lute.

16h: Dança Conectiva – Itamaragiba

16:30h: Atividade de Acrobacia Aérea

Grupo: Nós duas
Numero: Entre a estrada é a selva
Duração:15min

17h: Roda de Capoeira: Grupo Arte do Cativeiro e amigos.

Para mais detalhes, baixe nosso diagrama (quadro de programação) com as atividades.

Atividades permanentes durante o dia:

– Cama elástica (diversão garantida para as crianças!)

– Exposição sobre lixo marinho – curso de Oceanografia da UFSC

– Exposição de faixas de lutas dos Movimentos Sociais da cidade

– Exposição de trabalhos de xilogravuras – Sebastião Gaudêncio

– Tenda das Comunidades Eclesiais de Base.

– Banquinha de livros do Coletivo Anarquista Bandeira Negra

– Banquinha do Movimento Ponta do Coral 100% Pública

– Banquinha do Movimento Passe Livre (MPL)

 

Domingo, 3 de Dezembro – Das 14h às 19h: Encerramento da Novembrada com várias bandas. Em breve a programação.

 

 

Reunião e Piquenique na Ponta do Coral (05/11)

3 nov

No próximo Domingo 05/11 às 14:30 estaremos na Ponta do Coral para fechar os últimos encaminhamentos para a Novembrada Cultural, que irá começar no dia 11 e 12 de Novembro na Ponta.

A reunião é aberta a participação de tod@s! Quer dar uma força? Chega e dale!

Venha participar desta luta pela criação do Parque Cultural das 3 Pontas, um parque para tod@s, unindo a Ponta do Coral, Ponta do Goulart e Ponta do Lessa O futuro desta e das próximas gerações depende do nosso engajamento nestes dias sombrios de retiradas de direitos e privatização de espaços públicos.

Observação: Se chover será transferido para a Arquitetura-UFSC.

https://www.facebook.com/events/141071136522599

Manifesto Novembrada Cultural na Ponta do Coral

31 out

Vivemos dias sombrios e incertos de autoritarismo, censura e ataques aos direitos dos trabalhadores, trabalhadoras e ao meio ambiente. Em Florianópolis não é diferente, inclusive com cortes de investimentos em serviços básicos como a assistência social e à população em situação de rua, criminalização das batalhas de Rap e aumento da violência policial. Neste contexto, se enquadra também o Plano Diretor, que sofreu duro golpe este ano com a recente decisão do STJ de suspender o Plano que estava em final de construção de forma participativa, participação essa conquistada a duras penas. 

O Plano Diretor orienta como serão ocupados todos os espaços da cidade, incluindo onde serão fornecidos serviços públicos, equipamentos urbanos, e áreas de lazer, buscando a melhora da qualidade de vida das comunidades locais. Em 06/11/17 o STJ decidiu manter o Plano Diretor de 2014 (Lei 482/14), anulando as dezenas de audiências públicas, as reuniões técnicas e as três minutas realizadas nos últimos três anos, favorecendo a implacável mercantilização da capital, ao mesmo tempo em que desrespeita o Estatuto da Cidade, Lei Federal que prevê como obrigatória na construção do Plano Diretor a participação popular. Cabe lembrar que esta lei foi aprovada de forma vergonhosa e truculenta às vésperas do natal de 2014, com vereadores propondo e aprovando sem debate cerca de 300 emendas absurdas que diminuíram, entre outras coisas, as áreas Verdes de Lazer (AVLs) e as Áreas Comunitárias Institucionais (ACIs), reduzindo, portanto o direito à cidade para a maioria da população.

O destino da Ponta do Coral tem sido debatido desde os anos 80, quando ela foi vendida de forma ilegal pelo então governador do Estado Jorge Konder Bornhausen após um incêndio comprovadamente criminoso no Abrigo de Menores. O Movimento encaminhou a proposta para que no Plano Diretor a Ponta do Coral voltasse a ser Área Verde de Lazer (AVL), impedindo edificações no local e abrindo caminho para implantação do Parque Cultural das 3 Pontas, um parque para uso público unindo Ponta do Coral, Ponta do Lessa e Ponta do Goulart. Projeto que tem apoio da Universidade Federal de Santa Catarina, em suas atividades de Ensino, Pesquisa e Extensão, além de diversas entidades, associações, coletivos e organizações políticas, fruto de mais de 30 anos de intensa resistência popular.

Com a decisão do STJ a Ponta do Coral permanece como Área Turística Residencial, permitindo a construção do mega hotel e beneficiando os ditos proprietários, que nem ao menos limpam o terreno, obrigação definida por lei a todo cidadão. Esse tipo de atitude conta com a vista grossa de uma Prefeitura Municipal emaranhada nos interesses da especulação imobiliária e alheia aos anseios e à qualidade de vida da maioria da população. A partir de agora, mesmo cabendo recurso, fica nas mãos dos vereadores e do prefeito promover modificações no Plano, portanto muita pressão popular é necessária para fazer valer a vontade do povo e não das construtoras que pagam as campanhas destes políticos que fingem nos representar.

Neste Festival de três dias – batizado de Novembrada Cultural – ocuparemos novamente a Ponta do Coral com atividades artísticas culturais, objetivando informar e mobilizar para a luta pela criação do Parque Cultural das 3 Pontas e pelo retorno da participação popular na construção do Plano Diretor. O nome Novembrada resgata uma histórica manifestação popular de nossa cidade, que em 1979 enfrentou a Ditadura Militar nas ruas, enfraquecendo o regime e contribuindo com a reabertura política. Que este nome nos sirva de inspiração! Em um território de resistência, que é a Ponta do Coral, estaremos juntando forças, sonhos e esperanças para barrar esta onda conservadora, tendo como horizonte comum a construção de uma sociedade mais democrática, justa, livre, fraterna e sustentável, bem distinta da que vivemos hoje.

Arte e Cultura são Resistência!
Rumo ao Parque Cultural das 3 Pontas!
Pela Gestão Democrática do Plano Diretor!
Todo apoio às Demandas Populares e contra o golpe em nossos direitos!

Movimento Ponta do Coral 100% Pública


 

Dias da Novembrada:

  • 11/11 (sábado)  – Abertura às 19h: CinePonta com exposição de filmes e curtas.
  • 12/11 (domingo)  – Das 10h às 18h: Piquenique com oficinas, dança, brincadeiras, muralismo, capoeira e exposições
  • 03/12 (domingo)  – Das 14h às 18h: Encerramento da novembrada com muita música!

Em breve divulgaremos a grade de programação! Ajude a divulgar o evento no Facebook.


Texto atualizado em 11/11/17 em face dos novos acontecimentos.

Mutirão de Limpeza Comunitária na Ponta do Coral (29/10)

25 out

No próximo Domingo dia 29/10 estaremos na Ponta do Coral à partir das 9h para um Mutirão de Limpeza, preparativo para a Novembrada Cultural que acontecerá no dia 12 de Novembro.

A partir das 9 da manhã será feita uma limpeza comunitária, com foco nas trilhas para abrir espaço para que a população possa se apropriar da área em suas atividades de lazer. Quem tiver
disponibilidade de participar pode trazer botas, luvas, chapéu, sacos de lixo e ferramentas e colocar a mão na massa para ajudar na limpeza desta área abandonada pela Prefeitura e pelos ditos “proprietários”.

Venha participar desta luta pela criação do Parque Cultural das 3 Pontas, um parque para tod@s, unindo a Ponta do Coral, Ponta do Goulart e Ponta do Lessa O futuro desta e das próximas gerações depende do nosso engajamento nestes dias sombrios de retiradas de direitos e privatização de espaços públicos.

Evento no Facebook: https://www.facebook.com/events/161027654492139/

Domingo 22/10 – Reunião do Movimento para encaminhamentos da Novembrada

19 out

No próximo Domingo às 14h estaremos na Ponta do Coral para fechar os últimos encaminhamentos para a Novembrada Cultural, que irá acontecer no dia 12 de Novembro na Ponta.

A reunião é aberta a participação de tod@s!

Venha participar desta luta pela criação do Parque Cultural das 3 Pontas, um parque para tod@s, unindo a Ponta do Coral, Ponta do Goulart e Ponta do Lessa O futuro desta e das próximas gerações depende do nosso engajamento nestes dias sombrios de retiradas de direitos e privatização de espaços públicos.

IX Congresso Brasileiro de Direito Urbanístico

4 out

Estaremos presentes no IX Congresso Brasileiro de Direito Urbanístico! Nesta sexta às 14:30 tem Aula de campo na Ponta do Coral: apropriação privada do espaço x direito à paisagem (vagas limitadas, inscrições no site do evento).

“Entre os dias 4 e 6 de outubro, a cidade de Florianópolis sediará o IX Congresso Brasileiro de Direito Urbanístico sob o tema “Direito Urbanístico em tempos de crise: avanços e retrocessos na efetivação do direito à cidade”.”

Convite para artistas e grupos que queiram se apresentar na Novembrada Cultural na Ponta do Coral

28 set

ocê é artista, música ou músico, faz parte de um grupo de teatro, quer dar uma oficina, se apresentar ao publico ou tem alguma ideia de atividade bacana para compartilhar?

Vem com a gente organizar a NOVEMBRADA CULTURAL que acontecerá nos dias 11 e 12 de Novembro, na Ponta do Coral. Pretendemos fazer um lindo final de semana repleto de atividades culturais para mostrar que cultura resistência, e que estamos junt@s na luta por uma cidade mais fraterna, solidária e sustentável, uma cidade para tod@s!

Mas para isto precisamos construir este evento juntos. Compareça na reunião deste Domingo (01/10), a partir das 13:30 na Ponta do Coral.

Bora lá!

Pelo Direito à Cidade!
Pela Gestão Democrática do Plano Diretor!
Rumo ao Parque Cultural das 3 Pontas!

Movimento Ponta do Coral 100% Pública

Reunião + Limpeza Comunitária na Ponta do Coral (01/10)

24 set

No próximo Domingo estaremos na Ponta do Coral para um dia cheio de de atividades.

A partir das 9 da manhã será feita uma limpeza comunitária, com foco nas trilhas para abrir espaço para que a população possa se apropriar da área em suas atividades de lazer. Quem tiver disponibilidade de participar pode trazer botas, luvas, chapéu, sacos de lixo e ferramentas e colocar a mão na massa para ajudar na limpeza desta área abandonada pela Prefeitura e pelos ditos “proprietários”.

Depois, às 13:30 faremos um piquenique e nossa Reunião Mensal do Movimento Ponta do Coral 100% Pública. A pauta principal é a organização da Novembrada Cultural, um fim de semana de atividades culturais na Ponta do Coral que vai acontecer nos dias 11 e 12 de Novembro. A reunião é aberta a participação de tod@s, inclusive artistas, músicos e músicas que quiserem colaborar na organização das atividades e montagem da grade de programação. Esperamos vocês lá!

Venha participar desta luta pela criação do Parque Cultural das 3 Pontas, um parque para tod@s, unindo a Ponta do Coral, Ponta do Goulart e Ponta do Lessa O futuro desta e das próximas gerações depende do nosso engajamento nestes dias sombrios de retiradas de direitos e privatização de espaços públicos.

Ajude a divulgar e participe!

Evento no Facebook: https://www.facebook.com/events/513450165668904/